OS 5 PIORES ERROS AO ESCOLHER A MÚSICA DO CASAMENTO

A escolha da música que irá ser tocada ao longo da cerimônia é fundamental para atingir as emoções dos noivos, padrinhos, madrinhas e convidados e é ela que vai ajudar a marcar as lembranças do momento! Porém, essa tarefa muitas vezes é deixada para a última hora, gerando ansiedade e aumentando as chances de frustração ou constrangimento durante a execução.

Para você não se perder mais, confira os 5 piores erros que podem ser cometidos ao elaborar a sua playlist:

1) CONFUNDIR A CERIMÔNIA COM A FESTA

A cerimônia é um momento mais formal, em que os noivos assumem um compromisso diante dos convidados e até mesmo, perante uma entidade religiosa. Colocar músicas muito dançantes pode desmerecer o momento, além de cansar os convidados mais rapidamente.

Pense em um “crescendo” em todo o ritual: primeiro vem o momento mais sério e depois, vai descontraindo aos poucos, até finalmente chegar à pista de dança.

Assim não dá!

2) COPIAR PLAYLISTS DE OUTRA PESSOA

Na internet existem diversos modelos prontos para você copiar e entregar diretamente para o seu grupo musical, no entanto, essas músicas não terão nada a ver com o perfil do casal.

Use as listas como inspiração e não tenha preguiça de se debruçar sobre suas preferências! Vai dar um pouco de trabalho, mas no final, a cerimônia vai ter a sua cara.

3) NÃO AVALIAR OS MÚSICOS ANTES DE CONTRATAR

Uma música mal executada pode arruinar o seu casamento. Convidados rindo, noivos constrangidos, padrinhos e madrinhas sem saber o que fazer… Enfim, você não precisa disso, não é?

Assista aos vídeos do grupo, confira o currículo deles, pergunte sobre a sonorização e quem sabe até, peça para algum conhecido mais entendido no assunto para avaliá-los antes de contratar. Não é demais lembrar que “o barato sai caro”, veja:

4) NÃO PRESTAR ATENÇÃO NA LETRA

Mesmo que seja em língua estrangeira, o texto deve se encaixar ao momento, ou seja, transmitir uma mensagem que caiba no contexto. É preciso ficar atento também às entrelinhas, mensagens subliminares. Para exemplificar, existe uma historinha de que uma vez um noivo pediu para entrar com a música “Borbulhas de amor” do Fagner, veja um trecho da letra:

“Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor pra te encantar
Passar a noite em claro
Dentro de ti”

Imagina a cara que o pai na noiva faria ao ouvir isso!

5) NÃO FALAR COM O CELEBRANTE PRIMEIRO

Antes de bater o martelo, verifique com o seu celebrante se ele concorda com a sua lista. Dependendo do rigor, principalmente em cerimônias religiosas, ele pode pedir que você substitua uma ou outra.

Também é importante se informar com ele sobre os detalhes do rito. Numa cerimônia católica, por exemplo, pode ter Comunhão, ou não, vai depender da tradição daquele local específico, e você irá precisar de uma música para cada uma destas passagens.

Assim, esperamos que a tarefa de escolher o repertório tenha ficado mais fácil agora, mas, se você tiver outras dúvidas, dê uma olhadinha nos outros posts ou escreva para nós, que iremos ter o enorme prazer em te ajudar!

Equipe Camerata Benesi


2 comentários sobre “OS 5 PIORES ERROS AO ESCOLHER A MÚSICA DO CASAMENTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s