MÚSICAS PARA UM CASAMENTO BOHO

O casamento Boho vem se tornando o queridinho de muitos noivos e noivas. O estilo, difícil de definir, é uma mistura de diversas tendências que aspiram a uma vida mais leve, conectada com a natureza e com uma pitada de romantismo. Apesar das diversas inspirações espalhadas pela internet afora, musicalmente, ainda é um mistério. Confira, portanto, o que apuramos sobre essa estética e nossas sugestões de música para um casamento Boho.

Inspirações de casamento boho

AS ORIGENS DO ESTILO BOHO

Muito comparado ao movimento Hippie dos anos 60 nos Estados Unidos, o Boho surgiu na Europa, na década seguinte. O seu nome vem da palavra boêmio, ou seja, uma pessoa que leva uma vida mais despreocupada, mais informal e menos convencional, embora seja mais uma moda com uma bandeira mais estética e cultural do que propriamente um movimento.

O Boho sofreu um revival por volta de 2004 com a atriz Sienna Miller e ganhou força nos últimos anos. Podemos entendê-lo como uma resposta ao consumismo em excesso, uma busca por momentos mais íntimos e pelo naturalismo.

QUAIS SÃO SUAS CARACTERÍSTICAS?

O estilo Boho é um mix do Vintage, Hippie, Folk e Cigano, tudo isso acrescido de muita sofisticação. Na decoração de casamento, caracteriza-se por tons neutros e terrosos, indo até o marsala; estampas étnicas; elementos artesanais, como crochê e macramê; flores e folhagens exóticas; móveis rústicos e peças de destaque clássicas, resultando em ambientes despojados e aconchegantes.

Normalmente aparece em eventos ao ar livre, mas isso não é uma regra. Locais fechados também podem recriar essa atmosfera. Já os vestidos de noiva costumam ser mais fluídos, com tecidos leves ou renda. São bastante delicados e românticos.

E A MÚSICA?

Apesar das incontáveis referências visuais, a verdade é que ainda não sabemos ao certo o que seria a música Boho. Baseada em toda a sua história e características, nós, da Camerata Benesi, imaginamos uma música leve, despretensiosa, com um quê da música francesa e italiana.

Veja o repertório que escolhemos que tem tudo a ver com o estilo:

Gymnopédie nº 1 Erik Satie

Satie foi um irreverente compositor francês que viveu entre 1866 e 1925. Fez parte da vanguarda parisiense do início do século XX e foi precursor de movimento artísticos como o minimalismo.

Ele inventou a “música ambiente”, a qual ele chamava de musique d’ameublement. Ou seja, a música sendo usada como uma mobília, para preencher o ambiente. Segundo o compositor, era uma música que fazia parte dos ruídos naturais e os levava em conta, sem se impor, que tomava conta dos estranhos silêncios que ocasionalmente caíam sobre os convidados, e que neutralizava os ruídos da rua.

La vie em rose, Édith Piaf

Lançada em 1946, sua letra foi escrita pela própria Piaf e a melodia, por seu parceiro Louis Guglielmi. A canção tem toda uma atmosfera Vintage e um texto com todo o romantismo de um casal apaixonado:

 
 
La Vie En Rose
  
 Des yeux qui font baisser les miens
 Un rire qui se perd sur sa bouche
 Voilà le portrait sans retouche
 De l'homme auquel j'appartiens
  
 Quand il me prend dans ses bras
 Il me parle tout bas
 Je vois la vie en rose
  
 Il me dit des mots d'amour
 Des mots de tous les jours
 Et ça me fait quelque chose
  
 Il est entré dans mon cœur
 Une part de bonheur
 Dont je connais la cause
  
 C'est lui pour moi, moi pour lui dans la vie
 Il me l'a dit, l'a juré pour la vie
 Et dès que je l'aperçois
  
 Alors je sens en moi
 Mon cœur qui bat
 Des nuits d'amour à ne plus en finir
  
 Un grand bonheur qui prend sa place
 Des ennuis, des chagrins, s'effacent
 Heureux, heureux à en mourir
  
 Quand il me prend dans ses bras
 Il me parle tout bas
 Je vois la vie en rose
 
 
 A vida cor de rosa
  
 Olhos que fazem baixar os meus
 Um riso que se perde em sua boca
 Aí está o retrato sem retoque
 Do homem a quem eu pertenço
  
 Quando ele me toma em seus braços
 Ele me fala baixinho
 Eu vejo a vida em rosa
  
 Ele me diz palavras de amor
 Palavras de todos os dias
 E isso me toca
  
 Ele entrou no meu coração
 Um pouco de felicidade
 Da qual eu conheço a causa
  
 É ele para mim, eu para ele na vida
 Ele me disse, me jurou pela vida
 E desde que eu o percebo
  
 Então sinto em mim
 Meu coração que bate
 Noites de amor a não mais acabar
  
 Uma grande felicidade que toma seu lugar
 Os aborrecimentos e tristezas se apagam
 Feliz, feliz até morrer
  
 Quando ele me toma em seus braços
 Ele me fala baixinho
 Eu vejo a vida em rosa 

Someone you loved, Lewis Capaldi com interpretação de The Piano Guys

Essa dupla americana é composta por Jon Schmidt e Steven Sharp Nelson. Sua fama vem dos vídeos com arranjos de música clássica com popular postados no Youtube desde cerca de 2011.

Amo Soltanto Te, Andrea Bocelli

Essa dispensa apresentações! Confira o resultado que Andrea Bocelli e Ed Sheeran conseguiram:

Somewhere only we know, Keane

Com uma pegada bucólica e saudosista, essa canção ganhou bastante projeção com o filme O Pequeno Príncipe. Seu texto adequa-se perfeitamente àqueles que buscam uma vida a dois. Confira a interpretação da própria Camerata Benesi:

Pianissimo, Andrea Bocelli e Cecilia Bartoli

Mais uma vez, Andrea Bocelli marcando presença com suas canções cheias de amor.

Claire de Lune, Debussy

Clair de Lune é um ícone da música clássica. É o terceiro movimento da Suíte Bergamasque do compositor impressionista francês Debussy. Fazendo uma comparação com a pintura, Debussy é o Monet da música! E tem tudo a ver com o estilo Boho.

Gostou das nossas inspirações de música para um casamento Boho? Então compartilhe esse post com seus amigos!

Equipe Camerata Benesi


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s